O mercado adota por convenção a potência do motor como sendo um parâmetro de eficiência do produto, porém esse pensamento está incorreto.

A eficiência do produto deve ser definida através do vácuo gerado pelo aspirador, principalmente os aspiradores de pó alimentados por baterias por trabalharem com baixa tensão, possuem uma baixa potência consumida, gerando um vácuo satisfatório.