Curiosidades
4 dicas para melhorar a produtividade em sua assistência técnica e lucrar mais
15 de Maio, 2018

Segundo um levantamento da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), divulgado em 2017, o mercado de eletrodomésticos fatura anualmente R$ 136 bilhões no Brasil. As vendas de eletroeletrônicos não param de crescer e o brasileiro tem se mostrado um consumidor ávido nesse setor.

Segundo a Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílio (PNDA), realizada pelo IBGE, 41,5% das casas brasileiras possuem máquina de lavar, 51,6% possuem filtro de água, 88,9% possuem rádio, 91,2% possuem geladeira, 95,1% possuem televisão e 98,2% possuem fogão.

Diante disso, podemos afirmar que mercado para os serviços de assistência técnica não falta! Mas, para que os negócios cresçam, é importante se qualificar e aperfeiçoar os serviços. Pensando nisso, listamos 4 dicas para melhorar a produtividade em sua assistência técnica e lucrar mais. Confira!

 

1 – Melhore as condições do seu local de trabalho

Se o seu estabelecimento não tem a estrutura necessária, chegou a hora de mudar isso e oferecer novas condições aos colaboradores da empresa e causar uma boa impressão nos clientes. O local de trabalho deve ser arejado, bem organizado, estar sempre limpo e ter um espaço adequado para armazenar todos os equipamentos. Essa mudança certamente facilitará o cumprimento das tarefas no dia a dia.

 

2 – Torne a sua assistência técnica mais eficiente

Para tornar a sua assistência técnica mais eficiente, é necessário se organizar para receber as demandas e entregá-las no prazo. Para isso, alguns processos devem ser seguidos, a fim de deixar tudo mais prático e rápido. O processo produtivo para uma assistência técnica pode ser dividido em 4 etapas:

 

  • Recepção: esse é o primeiro contato com o cliente. O técnico deve estar ali para ouvi-lo atentamente, registrar os problemas citados e receber o aparelho para o conserto.

 

  • Orçamento: depois de testar o equipamento, o técnico deve passar o orçamento prévio. O prazo entre essas duas etapas não deve ser longo, pois o trabalho de análise pode ser feito na loja ou onde o cliente está. Se o técnico precisou fazer uma visita para avaliar o equipamento, pode cobrar pelo deslocamento.

 

  • Conserto: depois que o cliente aprovar o orçamento, é hora de começar o reparo. Se você não tiver as peças necessárias em estoque, é necessário providenciar a cotação das mesmas com os fornecedores cadastrados.

 

  • Entrega e pagamento: depois de terminar o serviço, o técnico deve testar o aparelho na frente do cliente, que ainda tem 90 dias de garantia para voltar à loja. Caso seja preciso fazer a instalação na casa do cliente, você pode cobrar por esse serviço adicional.

 

3 – Saiba delegar tarefas

A quantidade de funcionários necessários em uma assistência técnica varia conforme o tamanho do empreendimento. A medida que o negócio for crescendo, é importante contratar novos colaboradores para que o trabalho não se acumule e a empresa consiga atender seus clientes com qualidade e presteza.

Ao contar com outros funcionários em seu negócio, é importante saber delegar as funções, pois isso otimiza o serviço. Cada atividade dentro de uma empresa tem a sua importância e este é um papel fundamental do proprietário da assistência técnica.

 

4 – Invista em fornecedores de confiança

Quem tem uma assistência técnica sabe como é importante ter bons fornecedores. Muitas vezes, o reparo do equipamento depende de preço e disponibilidade de peças fornecidas por eles. A WAP valoriza a parceria de confiança para os proprietários de uma empresa de assistência técnica, principalmente no que se refere à entrega e reposição de peças para manutenção de produtos da marca.

Ter fornecedores de confiança é fundamental, pois eles estão ligados diretamente a qualidade do seu serviço.

Gostou dessas dicas para melhorar a produtividade em sua assistência técnica e lucrar mais? Acesse nosso blog e leia mais conteúdos com recomendações para o sucesso do seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *